Follow by Email

sábado, 10 de janeiro de 2009

Governo Participativo

Meu governo será pautado pela consulta constante do eleitorado brasileiro a respeito de todas as grandes questões nacionais. O eleitorado será consultado pela Internet a cada momento. A escolha do ministério, do valor dos impostos, das diretrizes das políticas públicas, do orçamento e tudo o que for de essencial importância será feito com a consulta ao eleitorado, via Internet.

O cidadão terá a oportunidade de propor projetos de lei, que serão votados pelos próprios cidadãos. O único modo de haver um governo realmente preocupado com o povo é fazer com que o próprio povo faça seu governo. A população não é uma criança pequena que depende de outrem para lhe dizer o que pode e o que não pode ser feito. A população é que tem que decidir seu próprio caminho. Do contrário, não poderá dar-se o direito de indignar-se, protestar ou clamar por justiça, visto que renunciou a oportunidade de exercer o poder que é seu por direito outorgando a outrem - os políticos - esse mesmo poder.

Não há legitimidade em reclamar da conduta dos políticos, pois o que eles fazem, fazem com o poder que nós mesmos lhes demos pelo voto. Um governo somente será legitimanente popular se o próprio povo o exercer. Com essa finalidade, entre minhas primeiras ações como presidente da república, criarei mecanismos que permitam às pessoas exercerem de modo direto seu direito às escolhas políticas.

sexta-feira, 2 de janeiro de 2009

Fome 1 x Dinheiro 0

Estou morto de fome e só tenho 16 centavos. Minha esposa está viajando e graças a Deus não está passando por isso. Não tenho acesso ao meu pagamento mensal (R$1150,00/mês) porque fui interditado por minha mãe que não mora comigo e que precisa que eu morra para que ela receba o pagamento pela venda de uma casa que também era minha e que o juiz não libera o alvará por se tratar de um imóvel que pertence, também, a um interditado (eu). Ela já mandou me internar numa clínica psiquiátrica para ver se eu morria por lá, mas escapei, graças a Deus, porém, não sem sequelas (hipotireoidismo e perda de memória, sem falar nos meses de minha vida que perdi e nas humilhações pelas quais passei). Estou com fome. A pergunta é: como consigo me alimentar dignamente nas próximas horas?

Minha parenta mais próxima é uma tia que consegue ser ainda pior que minha mãe. Para voces terem uma idéia ela me furtou alguns livros enquanto eu estive internado (incluindo uma Bíblia) e drogou sua própria mãe (minha avó) com remédios tão fortes e durante tanto tempo que ela acabou morrendo. No laudo puseram Alzheimer, sendo que minha avó somente apresentou perda importante de memória e cognição após iniciar o "tratamento" com drogas psicotrópicas e neurolépticos, tais como haloperidol e levomepromazina.

Fora essa minha tia, não conheço a localização de mais nenhum parente próximo. Os outros moram muito longe e não tenho contato com eles.

Os vizinhos não tem me ajudado. Vou tentar falar com algum amigo, mas único com quem tenho algum contato sem ser por telefone e pela Internet talvez não esteja na cidade.

Detalhe: liguei para o fome zero (0800 707 2003) e eles desligaram na minha cara. Essa foi a quarta vez que liguei e foi a primeira vez que consegui falar. Na primeira vez era feriado e o fome zero não funciona no feriado; no dia seguinte era sábado - e eles também não te atendem no sábado e não ia adiantar ligar no domingo...; liguei noutro dia, mas não consegui falar, pois já passava das 19 horas, e nesse horário eles também não te atendem...