Follow by Email

sábado, 10 de janeiro de 2009

Governo Participativo

Meu governo será pautado pela consulta constante do eleitorado brasileiro a respeito de todas as grandes questões nacionais. O eleitorado será consultado pela Internet a cada momento. A escolha do ministério, do valor dos impostos, das diretrizes das políticas públicas, do orçamento e tudo o que for de essencial importância será feito com a consulta ao eleitorado, via Internet.

O cidadão terá a oportunidade de propor projetos de lei, que serão votados pelos próprios cidadãos. O único modo de haver um governo realmente preocupado com o povo é fazer com que o próprio povo faça seu governo. A população não é uma criança pequena que depende de outrem para lhe dizer o que pode e o que não pode ser feito. A população é que tem que decidir seu próprio caminho. Do contrário, não poderá dar-se o direito de indignar-se, protestar ou clamar por justiça, visto que renunciou a oportunidade de exercer o poder que é seu por direito outorgando a outrem - os políticos - esse mesmo poder.

Não há legitimidade em reclamar da conduta dos políticos, pois o que eles fazem, fazem com o poder que nós mesmos lhes demos pelo voto. Um governo somente será legitimanente popular se o próprio povo o exercer. Com essa finalidade, entre minhas primeiras ações como presidente da república, criarei mecanismos que permitam às pessoas exercerem de modo direto seu direito às escolhas políticas.

2 comentários:

  1. Eric, você conhece a biografia de John Nash?

    ResponderExcluir
  2. Olá Leandro!

    Recentemente adquiri a Biografia de John Nash (Uma Mente Brilhante - de Sylvia Nasar) e pretendo ler até o fim do ano. O motivo é que selecionei 25 livros que quero ler e reler este ano, razão pela qual ainda não estou a ler tal biografia: tenho livros para ler antes!

    Seja como for, assisti o filme umas 3 vezes e li a biografia de John Nash constante da Wikipedia.

    Forte abraço!

    ResponderExcluir